Leia mais

Para ler o que foi publicado aqui (antes e/ou depois) sobre o assunto de um artigo , clique num dos marcadores ao final dele. Veja ao final desta tela, uma lista dos artigos mais populares.

10 março, 2010

Violência em Goiás - Audiência Pública - 6- A reportagem do Correio de maio de 2009

Graças à gentileza de um leitor do blog, publico abaixo a versão impressa, completa, da reportagem do Correio Braziliense de maio do ano passado (ver artigos anteriores nesta série, ao final).

A leitura completa torna ainda mais estarrecedora a não repercussão pela imprensa de Goiás, à época, e a consequente ausência de comentários pela autoridades da área de Segurança Pública do Estado.

A publicação foi ao longo de 3 dias, de 11 a 13 de maio, ( a maior parte do seu conteúdo foi incluído na matéria da edição de domingo último, dia 7) :

em 11 de maio teve chamada na capa (Mortes em Série - Matança da PM assusta em Formosa) e ocupou duas páginas, internas subidivididas em 5 artigos: Matança em Formosa, Major responde por Chacina, Grupo de PMs concentra homicídios, Linha dura na terra natal do secretário e Esquadrões da Morte;

no dia 12, não obtive a capa, mas outra página interna foi ocupada com a matéria Oficial acusado de pistolagem e a entrevista com o comandante-geral da PM;

no dia 13, cuja capa também não obtive, a última matéria da série - Falta quem possa investigar, mostrando o contraste entre o tratamento dado à policia civil de Goiás - que vivia ausência de condições mínimas de trabalho - e à PM - que recebera equipamentos de auto custo, como viaturas e helicópteros- e também a gravidade da situação carcerária.

Correio Braziliense - Reportagem Maio 2009

Leia mais:

Violência em Goiás - Audiência pública - 5 - o secretário não vai, e se for, não fica

Violência em Goiás - Audiência pública - 4 - Correio publicou matéria no domingo

Violência em Goiás - Audiência pública - 3 - Contextualizando a nota do MP

Violência em Goiás - Audiência pública - 2 - Na véspera, Ministério Público cobra providências da PM

Violência em Goiás - Audiência pública - Atualizado






Nenhum comentário:

Postar um comentário