Leia mais

Para ler o que foi publicado aqui (antes e/ou depois) sobre o assunto de um artigo , clique num dos marcadores ao final dele. Veja ao final desta tela, uma lista dos artigos mais populares.

17 dezembro, 2008

Para uma história do Viaduto da T-63 - 4 - Inovação tecnológica

1. O engenheiro pergunta , na seção Cartas dos Leitores de O Popular de hoje:

Viaduto da T-63

Residindo e trabalhando há quase quatro meses em Goiânia, resolvi, na manhã de sábado, visitar o viaduto inaugurado no cruzamento da T-63 com a Avenida 85. Confesso que, como cidadão e engenheiro civil há 35 anos, nunca vi algo com tanta ostentação para uma simples solução de engenharia.

Por que, em vez de deixar o viaduto com o concreto aparente como é usual em qualquer parte do mundo, a Prefeitura resolveu revestir totalmente o viaduto com custosas placas de alumínio? (tirando os guarda-corpos e a pista de rolamento, não ficou uma parte sequer do viaduto com o concreto a vista, até os pilares foram revestidos! Quanto custaram aquelas duas estruturas verticais? Por que, igualmente foi feito no viaduto, foram revestidas com placas de alumínio todas as paredes de concreto do “mergulho” da 85 sob a T-63?

HUMBERTO VIANA GUIMARÃES
Centro - Goiânia

2. O prefeito já respondera, em evento realizado no dia 11/12, véspera da inauguração, segundo matéria do Jornal Hoje, na edição do dia seguinte, 12/12:

Ele [ o prefeito] ressalta que em vez de concreto, a cobertura do elevado é de alumínio, em resposta as críticas de especialistas que acreditam que o concreto agride a cidade.

3. O site da prefeitura também divulgou a resposta, na matéria que anunciava a inauguração, na mesma data:

Segundo Iris, a Prefeitura preocupou-se com todos os detalhes, inclusive estéticos. “Placas de alumínio cobrem a faixada [sic] da obra, fazendo com que o concreto não agrida o visual da cidade”, destacou Iris.


4. Pena a professora Jane Jacobs já ter morrido, dois anos atrás. O prefeito poderia trazê-la a Goiânia para conhecer sua façanha em solucionar este problema. Mesmo nonagenária, ela com certeza não perderia a oportunidade.

5. Para responder sobre os custos, disponibilizo abaixo a documentação da licitação da obra: edital, memorial descritivo, minuta do contrato e planilha de orçamento, esta além do formato pdf, em que estão os demais, também em excel.

Para ver os documentos em tela cheia, clique sobre o botão mais à direita sobre a janela.

Licitação viaduto - Edital

Nenhum comentário:

Postar um comentário