Leia mais

Para ler o que foi publicado aqui (antes e/ou depois) sobre o assunto de um artigo , clique num dos marcadores ao final dele. Veja ao final desta tela, uma lista dos artigos mais populares.

04 junho, 2008

Caso Caixego - Liquidado com dois Habeas Corpus - 6 - um tema atual

Atualidade contrasta com falta de cobertura

Pouca foi a atenção dada pela imprensa de Goiás à questão do trancamento da ação contra acusados do Caso Caixego (leia textos anteriores). Isso contrasta com a repercussão, local ou nacional, de acontecimentos relacionados ao caso, posteriores à decisão do Tribunal de Justiça de Goiás. O primeiro deles ocorreu no final de abril.


A volta apoteótica de Kajuru, no Diário da Manhã

Em novembro do ano passado o jornal noticiou o lançamento do segundo livro do jornalista, Condenado a falar. No dia 8, informava que seriam distribuídos gratuitamente 10 mil exemplares e que estava sendo feita negociação com gráficas para permitir a venda de outros 100 mil a preço simbólico. No dia seguinte, foi publicada entrevista com ele, com o título Metralhadora Giratória.

Em 21 de abril, nova matéria anunciava o lançamento nacional do livro. Dava mais detalhes sobre o contéudo e informava que a primeira edição, vendida apenas na região de Ribeirão Preto, onde Kajuru mora, já vendera 350 mil exemplares. Comentários de Juca Kfouri e Dr. Sócrates eram citados, este, segundo o jornal, dando uma bola fora ao contar que o 'jornalismo contundente' de Kajuru derrubara um governador e provocara a ira de outro mandatário goiano que reagira através de uma seqüência de processos judiciais que não abalaram o Kajuru.

No dia 26, o livro foi lançado em Goiânia, com a presença do autor, que passou a tarde e parte da noite o autografando para milhares de pessoas, no Shopping Bougainville. O jornal deu nota na dobra superior da capa, com foto, e ainda publicou anúncio de meia página.

Capa da edição de 26.04.08, destacando o lançamento do livro em Goiânia

Anúncio na mesma edição, convidando para a tarde de autógrafos

No dia 27, matéria sobre o evento, e no dia 28, ampla cobertura e o anúncio de promoção em que seria distribuído, acompanhando as edições do jornal e ao
preço de R$ 12, um kit com os dois livros mais um DVD com a história de Kajuru e ainda um CD surpresa.

O Caso Caixego nos livros

O erro do Dr. Sócrates foi mais que justificado: o Caso Caixego teve repercussão nacional e Kajuru afirma que o denunciou em primeira mão, conforme se vê à página 34 de Condenado a falar:



Curiosamente, no livro anterior, distribuído (as cópias não apreendidas) às vésperas da eleição de 2002 , em que Marconi Perillo seria reeleito, existe uma página com o mesmo título, mas sem o texto respectivo. Aparece no seu lugar uma cópia de gastos com a verba secreta do governador:


Kajuru informa nas páginas dos dois livros que enviaria cópia da íntegra dos documentos a quem se interessasse, mas não dá um endereço de correspondência. No sítio que aparece em todas as páginas do livro novo, há um formulário para envio de mensagens, mas não houve resposta, mesmo após três tentativas.

Denúncias ignoradas

Mesmo distribuindo o kit como brinde, o DM não parece ter se interessado em investigar qualquer dos temas ali denunciados: antes de tocar no Caso Caixego e trazer várias denúncias contra Marconi Perillo, Kajuru menciona nos livros os gastos com propaganda dos governos do PMDB e de Marconi.


Nenhum comentário:

Postar um comentário