Leia mais

Para ler o que foi publicado aqui (antes e/ou depois) sobre o assunto de um artigo , clique num dos marcadores ao final dele. Veja ao final desta tela, uma lista dos artigos mais populares.

18 janeiro, 2008

O(a) TeNPO redescoberto(a) - Anatomia de um evento - 3 - A equipe de produção

Outro aspecto que chama a atenção na realização do(a) IV TeNPO é a equipe de produção envolvida.

Na prestação de contas, há apenas uma nota fiscal da empresa Hunica, refente a producão, apoio e animação, no valor de R$ 45,7 mil, inferior ao previsto no orçamento em quase 10%, sem nenhuma referência a quem ou quantos foram os contratados.

Entretanto, a Agepel informou que deslocou uma equipe de 28 pessoas de seus quadros, indo do presidente a motoristas, além de uma assistente de produção contratada para o evento. Ora, se a Agência deslocou uma equipe dessas, mais que suficiente para o porte do evento, qual a necessidade de outra equipe de producão?

Ainda segundo a agência, na equipe de apoio, foram 30 pessoas, cuidando de " limpeza, segurança, merendeiras e outros" , enquanto na de animação foram 13 artistas contratados.

A única referência no processo à quantidade de pessoas a serem empregadas em cada função está no projeto original, encaminhado pela Agepel à OSCIP para elaboração de sua proposta: 24 pessoas na produção, 26 no apoio e 12 na animação.

O gasto registrado na nota fiscal foi 9,3 % menor que o previsto no orçamento. Aplicando esse indíce aos valores individuais, os gastos teriam sido de R$ 28,9 mil com a equipe de produção, R$ 6.7 mil com a equipe de apoio e R$ 10,1 mil com a equipe de animação. Ou seja, a equipe de produção, apesar da presença de 28 funcionários da Agepel, custou quase metade do que foi gasto com os cachês de espetáculos de Goiás.

Nenhum comentário:

Postar um comentário